Expediente Fale conosco
Jornal PUC  
Comunicar 30 anos Brasão da PUC-Rio
Entrevista

A importância do aluno no Enade 2017 Por: Fernanda Cubel / Foto: Matheus Aguiar

O  Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) avalia a qualidade dos cursos de Ensino Superior, a partir da aprendizagem e desempenho acadêmico dos estudantes, das respostas ao Questionário do Estudante, entre outros fatores. Este ano, irão participar alunos dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Ciências Sociais, Ciências Biológicas, Ciência da Computação, Engenharias, Filosofia, Física, Geografia, História, Letras, Matemática, Pedagogia, Química e Sistemas de Informação. O exame é obrigatório para os convocados. A prova será no dia 26 de novembro, às 13h30m. O Questionário do Estudante deverá ser preenchido, no Sistema Enade, até o dia 26 de novembro. Depois de preenchido, o graduando receberá o Cartão de Informação do Estudante, com dados sobre o local de prova. Em entrevista ao PUC Urgente, a Coordenadora Central de Graduação, professora Daniela Vargas, explica a dinâmica do Enade e destaca a importância do exame para todos os alunos.

 Professora Daniela Vargas, Coordenadora Central de Graduação. Foto: Matheus Aguiar
 Professora Daniela Vargas, Coordenadora Central de Graduação. Foto: Matheus Aguiar

Como os alunos são selecionados para fazer a prova do Enade?

Daniela Vargas: As regras do Enade exigem que a Universidade inscreva todos os alunos ingressantes na PUC em 2017 e todos os alunos concluintes, que são aqueles que têm 80% dos créditos já cursados e expectativa de conclusão do curso em 2017.2 e 2018.1.

Como funciona o exame?

Daniela: O Enade faz parte do Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior, que foi criado a partir de 2004. O exame é composto não somente da prova, mas também do Questionário do Estudante e do questionário respondido pelo coordenador do curso. A partir da prova dos alunos, o sistema avalia a qualidade do curso, analisando o que acrescentou para a formação do estudante; nos questionários respondidos pelos alunos e coordenadores, avalia as condições de oferta, as instalações e as práticas pedagógicas.

Como é feito o cadastro? Os portadores de necessidades especiais têm atendimento diferenciado?

Daniela: A Universidade mapeia todos os alunos que atendam às condições exigidas (mais de 80% dos créditos já cursados e expectativa de conclusão do curso até julho de 2018). O coordenador de cada curso recebe a lista e faz o upload no site do INEP. Este ano, a novidade é que todos os concluintes, depois dessa inscrição inicial da Universidade, vão ser chamados a consultar o cadastro, para complementar os dados pessoais e informar sobre alguma necessidade especial. Os portadores especiais receberão o mesmo atendimento diferenciado do vestibular: prova aumentada, prova em braile, ledor, transcritor. E, principalmente, condições de acesso, porque é preciso lembrar que a prova é feita nos lugares mais variados da cidade, normalmente em escolas públicas ou universidades.

Qual a importância de responder adequadamente ao Questionário do Estudante?

Daniela: Com base nas respostas do estudante vão ser avaliados alguns aspectos importantes do curso, como as condições de oferta em termos de infraestrutura, o projeto pedagógico e o currículo.

Por que a prova é tão importante para formandos, ex-alunos e até mesmo futuros alunos da Universidade?

Daniela: A avaliação feita pelo INEP é amplamente divulgada, então é um selo de qualidade. Para que a avaliação reflita a qualidade do curso, o aluno precisa fazer o exame com responsabilidade. Além disso, a nota final é levada em conta na hora de definir, por exemplo, a cota do Fies para as universidades. A prova também é importante pela responsabilidade do formando de deixar um legado para os futuros alunos e uma marca de qualidade em seu currículo. Se um curso está bem avaliado, com classificação 4 ou 5 é porque a geração anterior se preocupou em fazer bem feito.

Publicada em: 25/08/2017 Ver matérias da seção: Entrevista

Nesta Edição

anterior < A reforma de Francisco O padre Mário de França Mirand...

próxima > O mercado de trabalho na Semana de Engenharia As estudantes Paula Salabert e...

DESTAQUES

Duas Décadas do NEAd

Para celebrar os 20 anos de fundação, o Núcleo de Educação de Jovens e Adultos (NEAd) vai realizar um seminário sobre o trabalho no campo da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e da Educação Popular. Leia mais

Dinâmicas das Humanidades no Brasil

O Seminário Internacional – Mapeando as Dinâmicas das Humanidades no Brasil ocorrerá entre terça-feira, 19, e quinta-feira, 21, no Auditório Padre José de Anchieta. Leia mais

Liberdade de Expressão

Na quinta-feira, 20, ocorre o lançamento do livro Contrarreligião: Liberdade de Expressão e o Discurso de Ódio Contrarreligioso. O encontro terá início com um debate sobre religião e liberdade de expressão. Leia mais