Expediente Fale conosco
Jornal PUC  
Comunicar 30 anos Brasão da PUC-Rio
Entrevista

Práticas Inovadoras Por: Karen Krieger

Cada vez mais a sala de aula deve se adaptar às novas tecnologias para poder atualizar o ensino e a PUC-Rio procura organizar debates entre os professores sobre as novas metodologias que o mundo contemporâneo demanda. O II Seminário de Práticas Inovadoras no Ensino Superior, que será na terça-feira, 12, a partir das 15h, no auditório do RDC, pretende ampliar essa discussão. A Coordenadora Central de Educação a Distância, professora Gilda Helena Bernardino de Campos, relata as expectativas para o novo encontro, e o que os professores vão focar nesta edição.

 A Coordenadora Central de Educação a Distância, Gilda Helena Bernardino de Campos, relata as expectativas para o novo encontro. Foto: Thaiane Vieira
A Coordenadora Central de Educação a Distância, Gilda Helena Bernardino de Campos, relata as expectativas para o novo encontro. Foto: Thaiane Vieira

Como surgiu o tema para esses seminários?
Gilda Helena Bernardino de Campos: Desde o ano passado, que o professor José Ricardo Bergmann, Vice-Reitor Acadêmico, conversando com as coordenações centrais, sentiu a importância de discutir a questão da inovação em sala de aula, trabalhando com a mediação das tecnologias digitais na aprendizagem e no ensino. No primeiro semestre de 2017, ocorreu o primeiro seminário. Já no segundo semestre, nós tivemos um grande evento que foi o Moodle Moot, que abriu espaço para os professores da nossa Universidade junto a outras universidades para apresentar o uso do ambiente de aprendizagem on-line, cuja base é o Moodle.

Quais as expectativas para o segundo seminário?
Gilda: Este ano será uma grande discussão sobre a questão do ensino, da pesquisa, inovação e sala de aula. O objetivo é exatamente problematizar as questões relativas à sala de aula, à inovação das práticas docentes e à formação dos professores. Vamos discutir a demanda dos alunos para os professores utilizando todas essas mídias digitais na sala de aula para o ensino e aprendizagem.

Qual o público alvo do seminário?
Gilda: O seminário é direcionado aos professores da PUC justamente para mostrar a preocupação da Universidade e da Vice-Reitoria Acadêmica com essa reflexão sobre a formação dos professores, a prática docente e a nossa sala de aula. Quais são essas preocupações que passam pelos professores, as dificuldades que os professores sentem. Será uma programação pequena, porque são só duas horas, e metade dela será dedicada a ouvir os professores.

Como foi a experiência do seminário anterior?
Gilda: A experiência do primeiro seminário foi muito boa e interessante. Tivemos o comparecimento em massa dos professores. Ele foi voltado para os casos de sucesso dos professores que já utilizam o ambiente on-line.

O segundo seminário pode atrair mais professores que não estão engajados nesse tipo de metodologia?
Gilda:
Acho que vamos ter dos dois. Existe, da parte dos professores, uma grande preocupação diante dessa mudança tão rápida da sociedade que estamos vivenciando. Os professores mais jovens também estão preocupados com a sua prática docente. Acho que será um lugar de troca entre os professores a respeito dessas questões que já são preocupações constantes e experiências positivas. A ideia do seminário é fomentar a reflexão e o debate sobre essa temática.

Publicada em: 08/06/2018 Ver matérias da seção: Entrevista

Nesta Edição

anterior < Direitos Humanos e o cuidado com o próximo A primeira Semana de Direitos

...

próxima > XXIV Semana do Meio Ambiente: A PUC-Rio e a Laudato Si’ Diretor do Nima, professor Lui...

DESTAQUES

Acervo Biblioteca

A Biblioteca Central agora arquiva o acervo da Biblioteca Setorial do CTC e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 22h30, e aos sábados, das 9h às 13h30. Leia mais

Aula Inaugural

A aula inaugural da disciplina Introdução à Filosofia (FIL1000) será na sexta-feira, 24, e da disciplina O Humano e o Fenômeno Religioso (CRE1100) será no dia 27. Leia mais

Achados e Perdidos

Funciona na Prefeitura do Campus, de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h o Achados e Perdidos da PUC. Leia mais