Expediente Fale conosco
Jornal PUC  
Brasão da PUC-Rio e selo 80 anos
Entrevista

Conferência SDSN: soluções para construir um futuro mais equitativo para o planeta Por: .

Esta semana, a PUC-Rio promove a Conferência Anual da Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável (SDSN Brasil) para apresentar os desafios, as oportunidades e os avanços acadêmicos em prol da Agenda 2030. Com o tema central Cooperação para um futuro equitativo, o encontro – realizado remotamente por meio da plataforma Zoom, de quarta, 28, a sexta-feira, 30 – vai reunir especialistas e profissionais de áreas ligadas a temas socioambientais, para debater a Agenda 2030 e divulgar iniciativas e soluções que ajudem atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O diretor do Nima e coordenador da SDSN Brasil, professor Luiz Felipe Guanaes, e Melissa Casacchi, assessora técnica do Nima, ressaltam a importância de a PUC-Rio conduzir esses debates e do compromisso das instituições com os temas que serão abordados.

O diretor do Nima e coordenador da SDSN Brasil, professor Luiz Felipe Guanaes, e Melissa Casacchi, assessora técnica do Nima
O diretor do Nima e coordenador da SDSN Brasil, professor Luiz Felipe Guanaes, e Melissa Casacchi, assessora técnica do Nima

Quais as expectativas da SDSN Brasil com a Conferência Anual Nacional 2020?
A Conferência é um foro no qual poderemos apresentar à Comunidade PUC-Rio, aos membros da Rede SDSN Brasil, à sociedade e a outras organizações comprometidas com a Agenda 2030, iniciativas por soluções que estão sendo implementadas para construir um futuro sustentável. Neste ano especialmente,  no qual teremos o evento virtual, aberto para todos os públicos, iremos apresentar a PUC-Rio, uma instituição acadêmica, como sede da Secretaria Executiva da Rede no Brasil. Além disto, os debates que estamos propondo neste ano tão atípico tem o objetivo de inspirar a todos e demonstrar que mesmo diante de adversidades, ou principalmente diante de adversidades tão complexas, é possível desenvolver soluções, sobretudo quando atuamos em parcerias, para construir um futuro mais equitativo.
 
Quais assuntos serão abordados durante os três dias da Conferência?
No primeiro dia, vamos abordar os Desafios e Oportunidades da Agenda 2030 no Brasil de uma forma mais ampla. O professor Jeffrey Sachs vai apresentar um panorama Institucional e Global da Rede SDSN da ONU, além de apresentarmos a PUC-Rio como sede da Rede no Brasil.
No segundo dia haverá apresentações aos membros da Rede e organizações que estão comprometidas com a Agenda 2030 e interessadas em fazer parte da Rede. Serão apresentados pela equipe da SDSN Global e por nós programas e as oportunidades de atuar em rede. Teremos depoimentos de alguns membros sobre a evolução de suas atividades no Brasil. 
O último dia de conferência é destinado a apresentar as iniciativas acadêmicas da PUC-Rio como membro da SDSN Brasil e instituição acadêmica atuante no ensino e pesquisa para a ciência da sustentabilidade. Teremos diversos docentes da Universidade apresentando programas de ensino e pesquisa que estão colaborando para o desenvolvimento de soluções sustentáveis, em suas perspectivas multidisciplinares e socioambientais. 
 
A conferência tem o objetivo de reunir peças-chave do desenvolvimento sustentável no país. Quem são os palestrantes confirmados neste encontro?
Entre os participantes confirmados estão o Diretor da UNSDSN, Diretor do Centro de Desenvolvimento Sustentável da Universidade de Columbia, USA, Jeffrey Sachs, o presidente do Conselho de Liderança SDSN Brasil, Sergio Besserman, o Reitor da PUC-Rio, padre Josafá Carlos de Siqueira, S.J., e a Presidente do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável, Marina Grossi. Além disto, teremos um dia com participação de diversos docentes da PUC-Rio apresentando iniciativas de ensino e pesquisa  da Universidade que contribuem para o alcance ODS. A abertura será feita pelo Coordenador da SDSN Brasil, Luiz Felipe Guanaes. A programação completa está disponível no site www.sdsnbrasil.org.br.
 
O que é a SDSN Brasil?
A Rede de Soluções de Desenvolvimento Sustentável Global (Sustainable Development Solutions Network, SDSN) mobiliza conhecimentos técnicos e científicos da academia, sociedade civil e setor privado para apoiar as o desenvolvimento de soluções práticas para o desenvolvimento sustentável nas escalas local, nacional e global. Criada em 2012 sob os auspícios do Secretário-Geral da ONU, a UNSDSN está construindo redes nacionais e regionais de instituições de ensino e pesquisa, atuando de acordo com as temáticas mais vulneráveis no cenário local, com foco em desenvolver soluções. Também, disponibiliza a plataforma SDG Academy, uma universidade on-line para disseminação de conhecimento sobre desenvolvimento sustentável.
 
Em outubro de 2019, a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) assumiu a missão de conduzir as atividades da Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável no Brasil (SDSN Brasil). Quais os benefícios desta parceria?
Cada vez mais, no cenário contemporâneo, estamos vendo a dinâmica de formação de redes e parcerias para conquista de um objetivo comum. Assumir a coordenação de uma rede com tais propósitos representa um ato concreto no Cuidado da Casa Comum; fortalece os compromissos socioambientais da Universidade e a inclusão dos princípios da Encíclica Laudato Si’. Também, nos abre caminhos para trocas de conhecimento, parcerias para pesquisa com outras instituições acadêmicas, dentro e fora do Brasil, para construirmos juntos soluções que conduzam a um futuro mais justo por meio da educação.
 
Quais as iniciativas acadêmicas da PUC-Rio como membro da SDSN Brasil?
Além da própria natureza filantrópica, alguns exemplos dessas iniciativas que podemos destacar são o Núcleo Interdisciplinar de Meio Ambiente (NIMA), o curso de Mestrado Profissional de Ciência da Sustentabilidade no Departamento de Geografia, o curso de Mestrado Profissional em Engenharia Urbana e Ambiental no Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, a Pastoral Universitária Anchieta que atua com projetos sociais, o Núcleo de Avaliação de Políticas Climáticas da PUC-Rio, além de diversos outras iniciativas nas áreas de ciências sociais, tecnologia, entre outras que não daria para citar aqui. Todos os anos, são dezenas de monografias, dissertações e teses orientadas para temas relacionados com as dimensões dos ODS.
 
Qual o próximo passo desta parceria?
Ampliar e consolidar a rede buscando instituições de ensino e pesquisa e parceiros com interesse em financiar projetos destes membros. Promover a conexão entre os membros para incentivar o desenvolvimento de projetos em rede, buscando a sinergia entre as áreas de interesse de cada um e, claro, com a perspectiva de transportar os resultados destes trabalhos para soluções concretas para problemas locais da nossa sociedade.
 
O que são os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e qual a importância deles para a Agenda 2030?
A Agenda 2030 e os 17 ODS são um pacto entre as Nações Unidas em busca da construção de um futuro sustentável. Conforme descrição da ONU, são um apelo global à ação para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima e garantir que as pessoas, em todos os lugares, possam desfrutar de paz e de prosperidade. Esta é uma pergunta bem recorrente, inclusive, aqui na PUC-Rio, estamos com uma campanha publicitária para informar nossa comunidade sobre quais são os 17 ODS. No site da ONU, pode-se encontrar informações detalhadas sobre os ODS.
 
Como o tema “Cooperação para um futuro equitativo” pode ajudar na construção de um mundo mais sustentável?
A cooperação traz a  “noção de equilíbrio”, pressupõe níveis de mudança que sejam saudáveis para determinado sistema. Cooperação entre as pessoas, entre organizações, a cooperação pelo conhecimento e pelo cuidado com a Casa Comum. Cooperar é ajudar, é colaborar, é interessar-se. Neste sentido, acredito que ressaltar a cooperação, principalmente tratando de um evento para estimular atuação em rede, é incutir a mensagem de que todos temos um papel neste processo de transformação e que todos podemos, de alguma forma, participar.
 
As universidades têm um papel único em incentivar os alunos a contribuírem com práticas de desenvolvimento sustentável para o mundo. De que forma a PUC-Rio contribui para esse papel?
A PUC-Rio sempre foi uma Universidade comprometida com as questões socioambientais; atuar para o desenvolvimento sustentável é mais uma forma de demonstrar que caminhamos no sentido de construir um futuro sustentável e justo. A cada dia, percebemos mais o reflexo das atividades da Universidade na transformação da sociedade para além dos muros da instituição. E, sobretudo, vemos os alunos participando deste movimento de transformação, demandando conhecimento para o desenvolvimento sustentável, e partindo para o mundo profissional conscientes dos princípios éticos socioambientais.

--------------------
PROGRAMAÇÃO
--------------------

Quarta-feira, 28
Agenda 2030: Desafios e Oportunidades no Brasil
Para se inscrever, clique aqui.

Quinta-feira, 29
Problemas globais, ações locais
Para se inscrever, clique aqui.

Sexta-feira, 30
PUC-Rio e SDSN Brasil: Educação e pesquisa para o desenvolvimento sustentável
Para se inscrever, clique aqui.

Publicada em: 26/10/2020 Ver matérias da seção: Entrevista

Nesta Edição

anterior < Para além dos muros da Gávea, Semana Design PUC-Rio tem desfile virtual e aulas abertas no YouTube

Roberta Portas revela novidade

...

próxima > Vestibular PUC-Rio: mais um capítulo da inovação tecnológica na Universidade

O Vestibular PUC-Rio 2021 será

...

DESTAQUES