Expediente Fale conosco
Jornal PUC  
Brasão da PUC-Rio e selo 80 anos
Entrevista

Busc@Nima otimiza buscas por pesquisas acadêmicas sobre meio ambiente Por: .

A plataforma Busc@Nima é um sistema de recuperação de informações desenvolvido pelo Departamento de Informática para otimizar a busca por projetos acadêmicos da PUC-Rio relacionados ao meio ambiente.  O site experimental funciona como um buscador de palavras-chave, em que o usuário encontra pesquisas ou artigos científicos correspondentes ao termo que escreveu. A plataforma é aberta ao público e apresenta trabalhos tanto de professores quanto de alunos da Universidade para ampliar a visibilidade de publicações científicas produzidas na área ambiental. O coordenador de Pesquisa do Nima, do Laboratório BioBD e criador da ferramenta Busc@Nima, professor Sergio Lifschitz, do Departamento de Informática, Mariana Salgueiro, desenvolvedora e programadora principal, e Verônica Santos, pesquisadora e projetista do banco de dados, respectivamente, graduanda e doutoranda em Ciência da Computação, contam como surgiu o projeto e as expectativas deste site experimental.


Acesso à ferramenta:
www.puc-rio.br/buscanima
buscanima.biobd.inf.puc-rio.br
nima.biobd.inf.puc-rio.br
www.nima.puc-rio.br

 Sergio Lifschitz, Verônica Santos e Mariana Salgueiro.
Sergio Lifschitz, Verônica Santos e Mariana Salgueiro.


Qual a proposta do projeto Busc@Nima?
Trata-se de um sistema experimental de buscas por palavras-chave, similar aos diversos buscadores na web, mas que contempla apenas as produções dos professores e pesquisadores da PUC-Rio em áreas e temas ligados com o meio ambiente. A ideia é permitir aos interessados identificar as competências na área de meio ambiente existentes na PUC-Rio, em seu laboratórios e departamentos, coordenados por integrantes do quadro de professores e pesquisadores da Universidade. Por um lado, temos as disciplinas oferecidas pelos professores que normalmente as lecionam, por outro lado os projetos de pesquisa e/ou desenvolvimento, além das publicações científicas e tecnológicas, produzidas pelos docentes e pesquisadores vinculados à Universidade.
 
Como surgiu a ideia de desenvolver o Busc@Nima?
Quando fui convidado pelos professores Luiz Felipe Guanaes e Tácio de Campos, diretor e vice-diretor do NIMA, a participar como Coordenador de Pesquisas, me comentaram sobre esta demanda de um sistema que permitiria um acesso amplo e mais fácil às pessoas e projetos na PUC-Rio ligados com meio ambiente. Já havia ideias e planos da coordenadora anterior, professora Danielle de Andrade Moreira, mas apenas um projeto e uma lista de termos para indexação inicial. Desde o início percebi a oportunidade de projetar e implantar um sistema, conversei com alunos e colegas de departamento, como os professores Jefferson Santos e Hermann Haeusler, e decidimos executar.

Quais objetivos que a equipe espera alcançar com o projeto?
Inicialmente, esperamos que seja um sistema útil para a comunidade PUC-Rio em geral, para o próprio NIMA e para os interessados fora da PUC-Rio que queiram saber mais sobre as iniciativas com meio ambiente na Universidade. Entretanto, à medida que o projeto foi sendo desenvolvido, percebemos várias oportunidades de pesquisa na área de computação, como é o caso das buscas menos sintáticas e mais semânticas, com apoio de ontologias específicas e conceitos bem definidos. Fico muito feliz em ver que este projeto, que parecia muito simples inicialmente para realizar, permite disponibilizar uma ferramenta útil e de fácil utilização, e, ao mesmo tempo, traz desafios científicos e tecnológicos atuais. Nesta primeira versão, o Busc@NIMA prioriza as buscas de matching exato com a(s) palavra(s) buscada(s), ou seja, retornamos às produções de professores que  contenham exatamente a(s) palavra(s) buscada(s). Aos poucos, novas versões serão liberadas, permitindo buscas estendidas, com extensões semânticas, e maiores conteúdos envolvendo a produção na área de meio ambiente na PUC-Rio.
 
Como é a composição da equipe? Há uma integração entre os departamentos da PUC-Rio? Há integrantes de fora da Universidade?
A equipe é praticamente toda formada por alunos e professores da PUC-Rio, exclusivamente do Departamento de Informática. O professor Marcos Villas me auxilia com a coordenação da equipe e cronograma. Na primeira versão, tivemos a participação da aluna Andrea Mourelo, da École Centrale Supélec, em Paris, França, que estava em programa de intercâmbio de duplo-diploma na PUC-Rio e também era minha estagiária no Laboratório BioBD. Em conjunto com a Mariana Salgueiro, ela se envolveu bastante com a primeira versão do sistema. Neste ano, a doutoranda Verônica dos Santos se envolveu bastante, principalmente no que diz respeito aos sistemas de bancos de dados NoSQL utilizados. Temos também a participação e o auxílio fundamental do Tomás Guisasola, da CCPA PUC-Rio, na obtenção dos CV Lattes exclusivos de professores da PUC-Rio. Para montar a planilha com dados filtrados sobre as disciplinas, tivemos também algumas estagiárias do Programa PUC +50 que ajudaram a consolidar os dados, mas sem envolvimento com a implantação da solução em si.

Qualquer pessoa pode usar a plataforma sem uma verificação do usuário. Por que a opção em deixar a plataforma aberta ao público?
A ideia é exatamente esta: dar visibilidade máxima às atividades de pesquisa, ensino e desenvolvimento na área de meio ambiente para o público em geral. Todos os dados já são acessíveis publicamente e nós apenas filtramos aqueles de maior interesse e formatamos os dados, resultado das buscas.

De que maneira o site pode ajudar a expandir as pesquisas do Nima?
O NIMA é um núcleo que congrega professores e alunos de diversos departamentos e programas de pós-graduação na PUC-Rio. Entendo que com essa maior visibilidade do que é produzido nos diversos departamentos há muita oportunidade de colaborações interdisciplinares e interdepartamentais. É, na prática, uma das missões do NIMA, organizar e difundir as ações dos professores e pesquisadores da PUC-Rio de uma maneira coordenada e organizada.

O projeto será estendido para outros setores da PUC-Rio?
Uma extensão imediata é permitir buscas livres de contexto, não somente relacionadas com meio ambiente, de forma que se possa fazer buscas virtualmente sobre qualquer assunto sobre o qual se faça pesquisa na PUC-Rio. Entendo que um sistema como este, já com o conjunto de CV Lattes envolvendo apenas membros da comunidade PUC-Rio, permite uma consulta às produções dos professores de maneira bem mais fácil do que acessando cada CV Lattes individual. Cabe observar apenas que será necessário preparar os dados e também a interface de buscas para termos outras versões do nosso buscador.

Publicada em: 07/12/2020 Ver matérias da seção: Entrevista

Nesta Edição

próxima > Campanha de Natal Brincar é Sonhar mobiliza comunidade PUC-Rio

Padre José Abel de Sousa conta

...

DESTAQUES

Media Ecology Em 2021, a PUC-Rio vai sediar, em formato on-line, a 22° Convenção Anual da Media Ecology Association. O encontro vai ocorrer de 8 a 11 de julho de 2021. Leia mais.